Acordamos sem muita pressa e com calma tomamos café. Hoje seria um dia de contemplação apenas, sem muitos desgastes. Nosso catamarã sairia por volta do meio dia, e tínhamos a manhã para descansar e ficar parado, apenas olhando as belezas que nos cercavam. Fomos caminhar na beira do lago, não sem antes colocar uma sunga, pois havia prometido mergulhar se hoje estivesse sol. Como o sol não foi meu amigo e apareceu, fui tentar cumprir a promessa. Caminhamos pelas pedrinhas da praia, até um local mais afastado, onde dois patos nadavam alegremente a nossa frente. Tirei a roupa e coloquei o pé na água. Fria, muito fria. Caminhei mais um pouco, até a altura dos joelhos, para me acostumar. Ao invés de adormecer, minhas pernas doíam muito. Pensei em me atirar na água e sair correndo, mais estava tão fria que meu cérebro não permitia. Tirei algumas fotos e sai correndo para a praia e para a toalha…

lago Pehoé – apenas para os patos

Além da toalha, tinha trazido nas mãos minhas botas de caminhada. Há dois dias atrás, após chegarmos ao acampamento, percebi o quanto elas estavam destruídas, e na véspera fui ao Grey com o tênis da North Face. Aquela bota era especial para mim, já tinha ela há muitos anos, desde as primeiras escaladas em Agulhas Negras. Na ultima noite, havia decidido deixá-las descansando para sempre no parque. Tentei escolher um lugar legal, onde não tivesse trânsito de pessoas, e subi um paredão de rocha ao lado da praia. Lá de cima, na visão do maciço Paine Grande e do lago Pehoé, deixei-as descansando e tirei uma foto do momento, para guardar comigo.

botas para a eternidade

O dia estava perfeito e iríamos fazer um passeio de barco que nos levaria a ficar de frente ao maciço do Paine.

Vista lago Pehoe e Maciço Paine

Às 12:30 horas nosso barco saiu em direção a Guarderia Pehoé, num passeio de meia hora pelo lago. Foi incrível, lago azul e montanhas nevadas. No finalzinho, ainda passamos ao lago de uma cachoeira, o salto Grande, e chegamos ao posto de guarda-parques onde os ônibus nos esperavam.

Torres e Maciço Paine – visão do barco

Depois de quase meia hora num calor forte, o ônibus saiu em direção a portaria da laguna Amarga, por onde entramos 3 dias antes. Varias lagoas foram surgindo, coloridas. Grupos de guanacos pontilhavam a região e corriam com o aproximar dos ônibus. Os dias haviam sido perfeitos, e em todos principalmente a tarde, tivemos belos dias de sol. Nenhuma chuva nos atrapalhou, e tivemos um bom desempenho nas trilhas. Nos despedimos do parque em direção a cidade, não sem deixar uma imensa saudade e uma certeza de um dia retornar…

Como chegar:

Puerto Natales é a cidade de entrada e que dá o principal acesso ao Parque. è onde também se pode pernoitar, comprar mantimentos, alugar material de camping e comer um excelente salmão a bons preços.

Para chegar no Parque Torres del Paine no Chile existem duas opções: Ir pela Argentina, até a cidade de Rio Gallegos ou El Calafate. Ambas tem aeroporto com vôos diários de Buenos Aires, e ligação por ônibus a cidade de Puerto Natales no Chile.  A outra opção é ir pelo Chile, a cidade de Punta Arenas, que tem vôos diários desde Santiago. de Punta Arenas é possível ir de ônibus a Puerto Natales.

Em Puerto natales existem saídas diárias de ônibus da praça principal, sempre cedo pela manhã, para o Parque. A viagem dura cerca de 2 horas, por vales fantásticos. sempre é bom comprar o bilhete na véspera. A entrada do Parque é paga na própria bilheteria ao chegar.

No Parque, todas as trilhas são muito bem sinalizadas e existem diversas áreas de camping. A principal trilha, o circuito W, é normalmente feita entre 4 a 7 dias. existem outras trilhas, todas sinalizadas no mapa do parque que recebemos ao entrar. Dentro do Parque existem também alojamentos e hotéis, para todos os bolsos. Um deles é o hotel Explora, de uma cadeia de hotéis de luxo, com unidades também no Atacama e na Ilha de Páscoa.

As companhias aéreas que levam as cidades de destino são a Aerolineas Argentinas, a Lan Chile e a Sky Airlines. Todas possuem sites na internet:  http://www.aerolineas.com.ar/home.asp / http://www.lan.com/pt_br/sitio_personas/index.htmlhttp://www.skyairline.cl/en/index.aspx