O que faz um jovem de classe média americana largar tudo ao término de sua faculdade e ir em direção ao Alasca selvagem? Este é o enredo de uma história real vivida pelo jovem Chris McCandless, levada para um livro por John Krakauer e para as telas de cinema por Sean Penn. O livro tenta responder esta e outras perguntas, tenta reviver os caminhos percorridos pelo jovem Chris, por belas paisagens, mas sobretudo dentro de si mesmo.

      Boa parte da história vemos um jovem em uma luta emocional para encontrar a si mesmo na solidão selvagem do Alasca, que representava para ele a última fronteira livre da humanidade.

     Sua alegria estava na simplicidade das coisas vividas, e não nas que teimamos em ir juntando ao longo da vida. Em sua breve vida, há um momento de desapego total, de busca do todo em si mesmo. Neste momento ele embarca nesta jornada de auto-conhecimento, e ao final dela, surge uma descoberta surpreendente.

     Livro e filme indicados para os amantes de viagens, sejam as reais, ou as que vivemos dentro de cada um de nós mesmos.

“Quanto a mim, decidi que vou levar esta vida durante algum tempo ainda. A liberdade e a beleza simples dela são boas demais para deixar passar” – Chris McCandless