Embarcamos no cruzeiro pelo Nilo de duas noites que nos levaria até Luxor, passando antes pelos Templos de Kom Ombo e Edfu. Vários navios saem de Aswan e percorrem a distância até Luxor. No deque superior foi possível ir admirando as paisagens pelo Nilo, com ambas as margens bem visíveis. Ora uma região mais desértica, ora algum povoado.

DSC06322

 

Chegamos a Kom Ombo ao anoitecer. Situada na margem direita do Nilo a 40 Km de Asswan, a cidade é um importante destino turístico, em razão de ter um templo de época greco-romana, mais precisamente ptolemaico, dedicado a duas divindades: o deus crocodilo Sobek e o deus falcão Horus. É o único templo em todo o Egito dedicado a duas divindades.

Entrada do Templo de Kom Ombo

DSC06392

Foi o único templo que visitamos a noite e além da magnitude e beleza do local o luar deixou o passeio ainda mais fantástico. Deixamos a cidade de 60 mil habitantes de Kom Ombo e voltamos ao cruzeiro pelo Nilo. Na manhã seguinte depois de tomarmos um café no navio chegamos na cidade de Edfu, para visitar o Templo de Hórus, também da época ptolomaica. O Templo de Hórus, além de ser um dos mais conservados do Egito, está localizado num dos principais pontos de passagem das antigas caravanas.

DSC06415

Entrada do Templo de Horus em Edfu

DSC06419

DSC06456O Templo de Horus em Edfu é um dos templos mais bem conservados do Egito. Sobrevivendo a eras de destruição religiosa e guerras, mantém praticamente preservadas as suas relíquias.

DSC06471

Deixamos o Templo de Edfu e seguimos pelo Nilo em direção a magnífica cidade de Luxor, que no passado foi também uma capital do Antigo Egito, em um tempo posterior as dinastias que construíram as Grandes Pirâmides em Gizé. Em Luxor, os Faraós buscaram uma outra forma de se preparar para a viagem ao reino dos mortos. Toda a glória do antigo Egito se punha agora no Vale dos Reis em Luxor.